domingo, 18 de outubro de 2009

Infância

Galera, overdose de posts, mas esse aqui eu preciso.
É uma crítica na verdade, aos pais ditos modernos.

Primeiramente, vejam o vídeo >>aqui

Agora ao meu speech.

Patrick vou falar!! vou falar! FALEI!

EU SOU DA ÉPOCA em que nos meus 8 anos eu brincava de power rangers (o que merece um post inteiro sobre eu sempre ser escladao pra ser o ranger preto, mas tudo bem) e essas crianças tão tranzando de roupa CARA! Aonde isso vai parar?????

Essa semana eu conversei com a Juliana sobre isso. Que os alunos dela lá do CCAA são um bando de sem educação e tal, que faz merda a torto e a direito e não tem respeito por ninguém.

Então tipo aqui vai o aviso: se não educarem seus filhos, eu vou educar no esporro e não quero nenhuma cara feia pra cima de mim não!
Papai e mamãe me deram mt educação (e a mãe da Gabi me ensinou a não apoiar o cotovelo em cima da mesa, enquanto eu comia um prato de spaghetti, esporro esse que nunca mais esquecerei e levo comigo até o presente dia) e eu sei usar! ¬¬

Agora porra, essa camabda de gente aí que não da educação pros filhos (ta, tem um bando de néim, mas isso não exclui os pais dos lesks e leskas não, que fazem tudo por debaixo dos panos, o que acho ainda mais feio que as merdas que néim faz) deixa fazer o que quiserem, mimam a torto e a direito.

Garanto eu, que nunca viram um vidro de pimenta na vida quando falaram o primeiro palavrão.
Muito menos sentiram a pimenta quando apontaram inocentemente às 7:00 da matina o dedo médio para sua mãe enquanto esta se aprontava para o trabalho.
Porém mamãe nesse episódio se mostrou eficaz e parou de fazer o que estava fazendo pra me educar.

Ela lambusou meu próprio dedo na pimenta e passou na minha boca toda e falou:
"ISSO É PRA VOCÊ APRENDER A NUNCA MAIS APONTAR ESSE DEDO PRA NINGUÉM!"
Hoje em dia, eu aponto esse dedo? Não mesmo!

ENfim, eduquem, nem que tenham que dar umas porradas, não vale espancar, mas uma porradinha de vez em quando é bom.

4 comentários:

Su disse...

Tb fiquei com a mesma revolta quando vi esse vídeo.

Adorei essa da sua mãe! Ponto pra ela!!!

Debrinha disse...

Quando li o titulo pensei que era um texto ceio de ternura sobre infância..

Rodrigo disse...

Junto-me ao coro. Estou de saco cheio de criancinhas mal educadas. Mas,se vc notar bem,não são só as crianças. Talvez esteja aí a resposta para o comportamento delas...

Gabriella disse...

junto-me ao coro (2)

Como futura professora de Ed. Física (e diga-se de passagem, uma profissão menos reconhecida por assim dizer)digo que: SIM!!!!!! Meterei a porrada nos moleques que não me obedecerem pq eu estou lá gastando meu tempo e dinheiro para que esses babacas não desenvolvam algum problema cardiaco ou coisa parecida por ficarem só jogando videogame! E sim...foi minha mãe que ensinou a não por o cotovelo em cima da mesa!!!!!